terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Folha de Papel

Folhas e espaços em branco não deveriam existir, a não ser para serem preenchidos.
Eu detesto espaços vagos, eu preciso sempre rabiscar, escrever, as palavras transbordam na minha mente e me controlam.
Eu não posso censurá-las, elas me dominam.
Talvez meu papel desempenhado aqui, me impeça de dizer tudo o que sinto, mas de maneira delicada, vai-se levando...
O papel é meu melhor amigo, ele me ouve nos meus desabafos, não pergunta nada, só escuta. Minha mão diz tudo e ele aceita passivo.
Nesses dias chuvosos em que nasce um bilhão de coisas na nossa mente, eu vou longe e me reinvento e o papel... O papel aceita minhas loucuras e me abre os braços sem demonstrar preconceito algum.
É ele quem me dá asas pra voar.
Liberdade pra criar.

10 comentários:

Patriny Marcelle disse...

Não a nada melhor do que um caderno em branco só esperando pelos nossos desabafos.
bjos

patyemo disse...

A gente escreve as emoções antigas para dar espaço a outras...novas e quem sabe melhores.

bju~*~

Jυℓyαnα ツ disse...

O papel nos ajuda...
Ele não faz perguntas..
Não qr saber se vc esta de bom ou mal humor...
Só esta lá...
E nos permite contar a ele tudo...
Sem nada perguntar.

Como sempre um post perfeito *-*
Bejãooo linda ;*
E te espero lá no blog ;p

Jυℓyαnα ツ disse...

Eu não o escrevi...
Mais esse a é minha versão do texto.
O original é de Clarice Lispector...
É muito lindo tbm ^.^
Recomendo...
E obrigada pelos elogios *-*
Tbm AMO seu blog *-*
É lindo ;p
Bejãooo ;*

Taii :) disse...

Nanda amo demais seu blog , ele me faz pensar na minha vida
toda vez que estou triste demais eu começo a escrever assim já criei varias história que ninguém nunca leu , e acho que nunca vai ler
rs' , prefiro assim
beeijão ;*

Júlio Castellain disse...

...
Bem legal aqui...
bjs
...

Lídia Andrade disse...

Own realmente lindo o que você escreveu.
È como se você soubesse o que eu penso, eu me sinto assim em relação a escrita.
bjs ;*

thais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thais disse...

é , eu estive mesmo pensando nisso
vaaleu , beijão
e corrigindo o meu comentário ai de cima
Nana , adoro seu blog *o*

Isabela Costa Santos disse...

Nada como um pedaço de papel, né? Bom pra desabafar, criar...
Há um tempo atrás, escrevi um monte de coisas em uma folha sulfite e depois a queimei... Hahahah
Foi bom!
Nem me lembro o que escrevi!!
Gostei daqui!!

Beijos!

P.S.: Obrigada pela visita lá no Quase Sem Ideias!